Dr. Felipe,

Gostaria muito que o Sr. me ajuda com esse caso de uma paciente de 50 anos com diagnóstico clinico de artrose cervical apresentando osteofitose no nível C5 e C6,com irradiação para o membro superior direito.Após a avaliação essa paciente apresentou dor a palpação na região cervical,limitação de movimento para flexão e extensão,perda de força e dor no no MSD. Qual seria o melhor plano de tratamento a curto e longo prazo para essa paciente?

Caso Clínico

97 ideias sobre “Caso Clínico

  • 21 de setembro de 2012 em 20:08
    Permalink

    Oi Dr. Sinto muita dor na coluna, mas precisamente na região abaixo do pescoço, na cervical, dormencia nos dedos e algumas partes do rosto, inclusive língua. Consultei um ortopedista e fiz uma TC, Resultado: osteocisticas subcondral na C5 e C6, com lesão degenerativa. Tem tratamento.

  • 28 de setembro de 2012 em 02:57
    Permalink

    Dr. Fiz um Rx que apresentou reduções dos espaços intervertebrais de c5 a c7 com formações osteofitárias reacionais. Ando sentindo um formigamento nas maos e na boca, e dores na cabeça do lado direito. Gostaria de sua opinião, e lendo suas mensagens, já digo logo. Quando pequena quebrei a clavicula, cai do caixote quando novinha e bati a cabeça, dormia em picama e sempre caia la de cima. kkk Tive que falar. Obrigada Flávia

  • 28 de setembro de 2012 em 02:59
    Permalink

    Obs: Bicama

  • 14 de outubro de 2012 em 18:32
    Permalink

    Drº fiz uma resonância na coluna cervical em T1 e T2 deu Míninas Protrusões discais posteriores c3-c4 e c5 e c6 e c7 que imprimem o saco dural. por favor to aflitar sou do interior de sergipe é dificil eu agora o que é pos a dificuldade é enorme em ir ao médico e to sintindo dores fortes que to ate sem trabalha não faço nada tem dias pois as dores são fortes por favor o que significa isso e com Fé em Deus vou fica bem e desde já agradeço essa oportunidade de pode esclarece esse problema de saúde com senhor obrigado que Deus abençoi seu trabalho mas e mas abraço.

  • 22 de outubro de 2012 em 17:28
    Permalink

    Olá minha filha sofreu um acidente de carro e no exame deu retificaçao da lordose cervical anatomica e redução do espaço intervertebral c4 e c5 é algum problema serio?

  • 2 de novembro de 2012 em 12:38
    Permalink

    Meu marido fez uma rossonância e deu retificação da lordose lombar fisiológica, desidratação discal L4-L5 e L5-S1, abaulamento discal difuso L4-L5 retificando a face ventral do saco dural.Neste nível existe ainda hérnia extrusa forminal esquerda com discreta migração cranial, comprimindo a raiz emergente de L4. discretas alterções degenerativas das articulações interfacetárias bilateralmente L5-S1. Imagem que deve representar hemagioma ósseo ou depósito focal de gordura em L4. Sinais de injúria ligamentar interespinhosa L4-L5. Gostaria de saber o que quer dizer tudo isso. Grata.

  • 28 de novembro de 2012 em 10:22
    Permalink

    Bom dia Dr. a três anos sofri um acidente de trabalho, um cilindro puxou meu braço até o cotovelo, causando queimadura por fricção, tive necrose foi feito cirurgia ficou um buraco , em um mês fechou. Após este acidente sempre tive dores no local, nos ombros e nas costas. Fiz cirurgia para descomprimir o nervo, ,as não resolveu. A seis meses a traz descobri um tumor na oitava costela esquerda, fiz cirurgia para retirada de um pedaço da costela, a biopsia deu osteomielite, a 2 meses a traz fiz ressonância da cervical, pois sinto muita dor na cervical, que se expande para os braços e dedos. Tenho uncodiscoartrose em c6-c7, com barra disco-osteofitária ocasionando importante compressão sobre o saco dural e estenose foraminal bilatel, um pouco mais acentuada á esquerda. tenho bursite no ombro esquerdo, descoberto a dois meses em ultassom, uso aparelho dentário a 2 anos, tive gastrite , fiz tratamento , faz um ano resolveu o problema das dores fortes no estômago. o mais estranho é que antes deste acidente eu tinha uma vida normal, nunca fui ao médico por nenhum problema, este acidente pode ter relação com as doenças. sempre tive tremuras nas mãos o neurologista falou que é ansiedade, qdo adolescente tive algumas perdas de conciência que eu lembre umas três. Aguardo …. Obrigada

  • 28 de novembro de 2012 em 19:23
    Permalink

    Dr. Felipe
    Gostaria de saber o significado e sugestões para o seguinte radiodiagnóstico:
    Discreta escoliose dorso-lombar de convexidade esquerda. Osteopenia e artrose das vértebras projetadas. Pinçamento do espaço entre L4 e L5, com esclerose sub-condral.
    Agradeço sua atenção.

  • 17 de dezembro de 2012 em 12:06
    Permalink

    Bom dia! TENHOS 38 ANOS. FIZ UMA RESSONANCIA, ONDE CONSTOU RETIFICAÇÃO POSTERIOR DO DISCO C6 E C7.
    CONDROSTEÓFITOS MARGINAIS C3 A C6
    BARRAS DE DISCO OSTEOFITÁRIAS NO SACO DURAL C3 A C6.
    GOSTARIA QUE ME AJUDASSE E ME DISSESSEM O QUE SIGNIFICA TUDO ISSO, SE É SÉRIO E SE TENHO QUE PROCURAR UM ESPECIALISTA DE COLUNA.
    AH FIZ TAMBÉM RESSONANCIA DO OMBRO E DEU TENDINIPATIA NO SUPRA ESPINHAL.
    AGUARDO RESPOSTA
    OBRIGADO

  • 19 de dezembro de 2012 em 22:19
    Permalink

    Boa noite Dr.Felipe minha mãe tem 48 anos e descobriu que tem incipiente osteoartrose interfacetária bilateral L4L5, e o medico q à acompanha sugeriu uma cirurgia para colocação de pinos, e gostariamos de saber se é realmente necessário ou tem algum outro tipo de tratamento..
    Grata
    Att: Jeniffer Silva

  • 28 de dezembro de 2012 em 11:45
    Permalink

    OLÁ,GOSTARIA QUE O SENHOR ME TIRASSE UMAS DÚVIDAS…HÁ MAIS DE UM ANO SURGIRAM DORES FORTES EM MEU PEITO ESQUERDO PUXANDO PRAS COSTAS ACOMPANHADO DE DORMÊNCIA E FORMIGAMENTO NO BRAÇO ESQUERDO.FIZ VÁRIOS EXAMES CARDIOLÓGICOS E OS RESULTADOS FORAM NEGATIVOS ENTÃO UM CARDIO ME FALOU QUE COM CERTEZA SERIA DA COLUNA,FIZ UMA TOMOGRAFIA E O RESULTADO FOI:ACENTUAÇÃO DA LORDOSE LOMBAR FISIOLÓGICA,PEQUENOS OSTEÓFITOS MARGINAIS ANTERIORES NOS CORPOS VERTEBRAIS DORSAIS,SINAIS DE DISCOPATIA DEGENERATIVA NO NÍVEL L5-S1 CARACTERIZADO POR GÁS NESTE ESPAÇO DISCAL,PEQUENA PROTUSÃO DISCAL PÓSTERO MEDIANA NO NÍVEL L5-S1 QUE DETERMINA LEVE IMPRESSÃO SOBRE A FACE ANTERIOR DO SACO DURAL.ESTE RESULTADO REALMENTE OCASIONA ESTAS DORES? TENHO 31 ANOS E MEÇO 1,59 MT,PESO 80 KG,OU SEJA SOU OBESA,ISTO TBM INFLUENCIA?AS VEZES A DOR É COMO UMA PONTADA E CHEGO A SENTIR FALTA DE AR E FICO DESESPERADA…A QUAL PROFISSIONAL EU DEVO RECORRER?E QUAL O MELHOR TRATAMENTO?ME AJUDE POR FAVOR.AGUARDO ANSIOSA POR SUA RESPOSTA.

  • 31 de dezembro de 2012 em 16:54
    Permalink

    boa tarde dr.felipe.me ajude por favor,fiz varios exames e neles deu descompatia na cervical,degeneração inicio de bico de papagaio,só que tenho apenas 34 anos e muita dormencia do lado esquero todo do corpo,a minha perna esquerda parece ter todo o meu peso,o braço esquerdo tambem,um inchaço no braço,pescoço,peito sempre do lado esquerdo doi muito meu peito ja procurei até cardiologista e ele me disse que era a coluna fui em muitos médicos eles me dizem sempre a mesma coisa isto não é nada e que na minha idade não é grave,mas agora comecei com vomitos tambem vou ser sincera doutor estou apavorada não tenho mais vida me ajude por fevor o que devo fazer.

  • 10 de janeiro de 2013 em 22:07
    Permalink

    Avalies também os músculos escalenos que tb são fonte de sintomas tal como refere.

  • 13 de janeiro de 2013 em 23:20
    Permalink

    boa noite Dr FELIPE
    ESTOU PREOCUPADA COM OS REUSLTADOS DOS EXAMES QUE FIZ DA COLUNA LOMBAR E COLUNA CERVICAL GOSTARIA DE SABER O GRAU DA GRAVIDADE E O MELHOR TRATAMENTO JÁ QUE OS ORTOPEDISTAS NÃO NOS ESCLARECEM APENAS ME INDICOU UMA RPG
    tecnica:exame realizado através de aquisição volumetrica de dados de colimação de 1,5 mm sem administração do meio de contraste
    relatorio:osteófitos marginais nos corpos vertebrasi focalizados;alterações degenerativas nos platôs opostos de l5 S1,aparente lombarazação de S1,espessamento do ligamento amarelo bilateralmente;pediculos integros,articulações interapofisárias e sacro iliacas sem anormalidades,canal vertebral com diâmetros normais;abaulamento difuso do disco intervertebral de L4-L5 tocando a face ventral do saco dural lateralizado para esquerda onde reduz a amplitude do recesso inferior do forame neural correspondente;abaulamento difuso do disco intervertebral de L4-L5 tocando a face ventral do saco dural;abaulamento difuso e gás no disco intervertebral de L5-LS1 tocando a face ventral do saco dural reduzindo a amplitude do recesso inferior dos forâmes neurais correspondentes
    COLUNA CERVICAL;osteófitos marginais incipientes nos corpos vertebrasi de c4 à c7;pedículos íntegros,lãminas,istmo,processos espinhosos e transversos sem alterações;articulações interapofisárias e unco-vertebrais sem anormalidades;forâmes intervertebrais simétricos;canal vertebral com diãmetros normais;pequeno cisto ósseo no corpo vertebral de C4 medindo cerca de 3mm;osteófito póstero-laterla esquerdo em C4 ,não detectado hérnias discais ao método

  • 13 de janeiro de 2013 em 23:21
    Permalink

    boa noite Dr FELIPE
    ESTOU PREOCUPADA COM OS REUSLTADOS DOS EXAMES QUE FIZ DA COLUNA LOMBAR E COLUNA CERVICAL GOSTARIA DE SABER O GRAU DA GRAVIDADE E O MELHOR TRATAMENTO JÁ QUE OS ORTOPEDISTAS NÃO NOS ESCLARECEM APENAS ME INDICOU UMA RPG
    tecnica:exame realizado através de aquisição volumetrica de dados de colimação de 1,5 mm sem administração do meio de contraste
    relatorio:osteófitos marginais nos corpos vertebras focalizados;alterações degenerativas nos platôs opostos de l5 S1,aparente lombarazação de S1,espessamento do ligamento amarelo bilateralmente;pediculos integros,articulações interapofisárias e sacro iliacas sem anormalidades,canal vertebral com diâmetros normais;abaulamento difuso do disco intervertebral de L4-L5 tocando a face ventral do saco dural lateralizado para esquerda onde reduz a amplitude do recesso inferior do forame neural correspondente;abaulamento difuso do disco intervertebral de L4-L5 tocando a face ventral do saco dural;abaulamento difuso e gás no disco intervertebral de L5-LS1 tocando a face ventral do saco dural reduzindo a amplitude do recesso inferior dos forâmes neurais correspondentes
    COLUNA CERVICAL;osteófitos marginais incipientes nos corpos vertebrasi de c4 à c7;pedículos íntegros,lãminas,istmo,processos espinhosos e transversos sem alterações;articulações interapofisárias e unco-vertebrais sem anormalidades;forâmes intervertebrais simétricos;canal vertebral com diãmetros normais;pequeno cisto ósseo no corpo vertebral de C4 medindo cerca de 3mm;osteófito póstero-laterla esquerdo em C4 ,não detectado hérnias discais ao método

  • 13 de janeiro de 2013 em 23:22
    Permalink

    boa noite Dr FELIPE
    ESTOU PREOCUPADA COM OS REUSLTADOS DOS EXAMES QUE FIZ DA COLUNA LOMBAR E COLUNA CERVICAL GOSTARIA DE SABER O GRAU DA GRAVIDADE E O MELHOR TRATAMENTO JÁ QUE OS ORTOPEDISTAS NÃO NOS ESCLARECEM APENAS ME INDICOU UMA RPG
    tecnica:exame realizado através de aquisição volumetrica de dados de colimação de 1,5 mm sem administração do meio de contraste
    relatorio:osteófitos marginais nos corpos vertebras focalizados;alterações degenerativas nos platôs opostos de l5 S1,aparente lombarazação de S1,espessamento do ligamento amarelo bilateralmente;pediculos integros,articulações interapofisárias e sacro iliacas sem anormalidades,canal vertebral com diâmetros normais;abaulamento difuso do disco intervertebral de L4-L5 tocando a face ventral do saco dural lateralizado para esquerda onde reduz a amplitude do recesso inferior do forame neural correspondente;abaulamento difuso do disco intervertebral de L4-L5 tocando a face ventral do saco dural;abaulamento difuso e gás no disco intervertebral de L5-LS1 tocando a face ventral do saco dural reduzindo a amplitude do recesso inferior dos forâmes neurais correspondentes
    COLUNA CERVICAL;osteófitos marginais incipientes nos corpos vertebrasi de c4 à c7;pedículos íntegros,lãminas,istmo,processos espinhosos e transversos sem alterações;articulações interapofisárias e unco-vertebrais sem anormalidades;forâmes intervertebrais simétricos;canal vertebral com diãmetros normais;pequeno cisto ósseo no corpo vertebral de C4 medindo cerca de 3mm;osteófito póstero-laterla esquerdo em C4 ,não detectado hérnias discais ao método tenho 62 anos

  • 15 de janeiro de 2013 em 15:49
    Permalink

    Boa tarde !
    Eu gostaria de saber mais sobre o resultado da ressonancia magnetica que fiz da coluna cervical e lombo- sacra.
    cervical:- protusão discal em c6/ c7.
    lombo-sacra:espondiloartrose incipiente,abaulamentos discais em l3/ l4/e l5/s1,protusão discal em l4/e l5.desde ja agradeço

  • 15 de janeiro de 2013 em 15:50
    Permalink

    tenho 54 anos

  • 23 de janeiro de 2013 em 18:33
    Permalink

    boa tarde! gostaria de saber mais sobre o resultado, de uma tc que bati deu escleose das articulaçaoes sacro-ilicas associada a gaz no espaço articular.obigada

  • 26 de janeiro de 2013 em 20:19
    Permalink

    Boa noite, gostaria de sua explicação. A uns 2 meses estava fazendo academia e acho que levantei muito peso nas costas ( com o aparelho crucifixo) e depois de 2 dias minhas costas começou a doer muito.
    Fiz um raio x mas nada apareceu, e a dor continuava. Fiz agora uma ressonancia magnetica da coluna vertical, onde o resultado e o seguinte:
    Os discos C4-C5, C5-C6 e C6-C7, tem uma pequena perda de altura e abaulamento difuso discreto. Estes discos causam minimas impressões sobre a face anterior e o saco tecal, e tambem informou no laudo que: O estudo de ressonancia magnetica da coluna cervical demonstra alterações degenerativas leves nos interespaços entre C4 e C7. Por favor se puder me explicar o que significa isso porque ainda não marquei nenhum medico para levar este exame. Obrigada Vania

  • 3 de fevereiro de 2013 em 21:00
    Permalink

    Boa noite Dr. Felipe,

    Primeiramente quero parabenizá-lo pelo Blog.
    Bem, assim como várias pessoas aqui, também estou com problemas na coluna.
    Observei que o senhor relaciona as dores da coluna a outros problemas que possam existir no corpo; faz sentido, infelizmente até hoje desconheço médicos que fazem estes tipos de relação.
    Bem, tenho 52 anos, sempre pratiquei algum tipo de esporte, últimos 2 anos andei praticando corrida de rua e a 10 meses que parei com musculação devido a não ter mais tempo, em 20/12/2012 comecei a sentir dores na pelve como fosse menstruar,não comum em mim que sempre senti essa dor no mesmo dia que menstruava,enfim, dia 23/12 menstruei, achei que passaria tudo com a vinda da menstruação, porém passou o período menstrual e continuei com dores, inclusive no abdome e lombar, ficando com muitos gases no abdome, azia, náuseas, cansaço, depressiva. Consultei gineco e me pediu para fazer vários exames, sangue, urina, colonoscopia, citopatológico, densitometria da lombar e fêmur, ecografia abdominal total, mamografia, ecografia mamária, ecografia transvaginal. Bem o resultado foi que na eco transvaginal apareceu que tenho 2 cistos no ovário direito e líquido livre na pelve (gineco falou que é próprio do período menstrual, para daqui a 3 meses repetir eco transvaginal e ver se cistos foram absorvidos pelo corpo, caso contrário terei que tirá-los) e uma infecção no citopatológico que tratei com medicamento, diminuindo a dor abdominal por alguns dias, mas a azia, cansaço, gases no abdome e dores na lombas e no abdome não passou, pediram para consultar um gastro. Fui consultar, me pediu mais exames, endoscopia, colonoscopia, sangue(medidores de tumoração CA125 e CEA;então comecei a ter diarreia, então resolvi fazer por minha conta o exame de fezes,TGO, TGP e Gama GT; primeiro fiz o de laboratório, pois estou fazendo os exames particular e como não tenho convênio nem muitas condições financeiras para fazer todos os exames de uma vez, fiz estes primeiros, tendo o resultado normal dos medidores tumorais, TGO e TGP, mas alterado o Gama GT “57” e o de fezes apresentando POSITIVO PARA CISTOS DE GIARDIA LAMBLIA.
    Fui medicada com Metronidazol 3x por dia duarante 5 dias, já diminuiu consideravelmente os gases, azia, estou agora aguardando 10 dias para repetir novamente o medicamento para depois fazer novamente o exame de fezes para saber se eliminei totalmente o parasita. Porém a dor lombar, costas e cervical passou a me doer bastante, sentindo dormência no braço direito e lado do rosto direito, fui parar no hospital achando que estava tendo um AVC ou derrame, médico da emergência pediu tomografia da cabeça e tudo normal, falou que eu estou muito stressada, me medicou com valium, e disse que tinha que me acalmar. Continuando com a dor nas costas, lombar e cervical meio travada, fui falar com traumato, me pediu ressonância da coluna, porém como o custo é meio alto, o médico então disse pra eu fazer Raio X de toda coluna para ver se aparecia algo, resultado: Calcificação do ligamento de C5-C6, C6-C7 e Sinais de degeneração da L5-S1, recebi o resultado nesta sexta-feira 01/02/2013. Vou ainda ver com traumato o que fazer, mas gostaria de teu parecer, pois gostei muito de teu Blog, como você trata cada assunto aqui, ficaria muito grata com teu parecer e/ou até sugestão do próximo passo a seguir.

    Aguardo teu retorno na medida do possível.

    Agradeço antecipadamente.
    Elisa/Porto Alegre.

  • 5 de fevereiro de 2013 em 10:41
    Permalink

    Fiz um tomografia e o resultado foi o seguinte:
    osteofitose marginal anterior e posterior
    alterações degenerativas osteo hipertróficas facetárias

    Gostaria , se possível, que me explicassem em uma linguagem mais simples. Isto pode ser causado por esforço repetitivo?
    Obrigada

  • 9 de fevereiro de 2013 em 14:12
    Permalink

    eu tive um acidente e quebrei o femur e o Joelho, faz dois longos anos que venho lutando, pois tenho dores fortes que começou na perna da cirurgia, já fiz 4 cirurgias, inclusive uma no joelho e três no femur, sempre ficou um inchaço bem grande que causa queimação forte e fraqueza, e a uns 10 meses que as dores passaram para a outra perna, coluna e o pescoço e os pés, são queimações fortes, fraqueza, nossa dores muito fortes mesmo, que não melhora com nada, já tomei vários remédios, fiz varias fisioterapias, agora fiz uma ressonância da coluna lombar, que deu: Abaulamento discal posterior mediana L4-L5, associada a rotura do anel fibroso posterior, Abaulamento discal mediana L5-S1,e Articulações interapofisárias apresentam alterações degenerativas noz níveis L3-L4,L4-L5 e L5-S1, com esclerose subcondral e irregularidades das facetas. Pode me dar uma explicações desse diagnostico. Eu também já fiz varias ressonâncias do quadrial que mostra que estão com atrofiamento muscular, e infecção, porém o médico nunca achou essa infecção nas cirurgias. Pode me ajudar por favor!

  • 27 de fevereiro de 2013 em 00:41
    Permalink

    Olá doutor , gostaria de saber sobre o seguinte diagnostico de uma tomografia :discretas retroliteses L1, L2, L3, L4 Anteroritrese grau 1 de L4, L5 / Area focal de sinal hipertensivo nas sequencias T1 e T2 compativel com hemangioma / decomposição gordurosa no corpo vertebral L4. paseudo protusão posterior difusa em l4 l5 com compressao do saco dural , extensão discal para neuroforamane sem sinais de conflito radicular. canal vertebralde morfologia e dimenoes preservadas. Demais forames intervertebrais de amplitude preservada cone medular preservado

  • 14 de março de 2013 em 14:51
    Permalink

    Olá doutor a sete meses tenho dores muito fortes na cervical irradiando para o braço esquerdo fiz uma ressonância e deu protusões discais posteriores,central mediana em c4-c5,c5-c6 e c6-c7 exercendo leve compressão sobre o saco dural essa foi a primeira.
    depois de 5 meses refis a ressonância e deu protusões discais posteriores,central mediana em c3-c4 e c5-c6 exercendo compressão sobre o saco dural.Há ruptura dos ânulos fibrosos de tais disco. Já não sei mais o que fazer estou afastada do serviço e minhas dores são muito fortes ,tomo tramal de 6 em 6 horas mas quando as crises estão muito fortes tenho que ir para o hospital e tomar morfina perdi o movimento e sensibilidade do braço esquerdo,e principalmente em tempo de frio doi mais ainda , fiz um ultra-som do ombro esquerdo e deu uma tendinopatia mas logo no começo já tinha dado tomei anti-flamatórios fortíssimos durante 3 meses já não sei mais o q faço , o senhor pode me ajudar.?

  • 24 de maio de 2013 em 17:16
    Permalink

    Fiz uma artroscopia no joelho ha 2 anos so que a ressonancia wue fiz agora deu alteracao fibrocicatricial na parte anterolateral do joelho devido a um processo artorcrospico previo qual tratamento? Meu joelho doi muito

  • 18 de agosto de 2013 em 13:21
    Permalink

    PRIMEIRAMENTE MTO BOM DIA GOSTARIA DE TIRAR UMAS DÚVIDAS SOBRE O MEU PROBLEMA A 45 DIAS FUI SUBMETIDO A 1 CIRURGIA DE HERNIA DE DISCO . DIAGNÓSTICO :ANTEROLISTESE GRAU 2 L4L5 COM REDUÇÃO CANAL MEDULAR E FORAMES.GRANDE HERNIA DISCAL EXTRUSA L4L5 OCUPANDO RECESSO FORAMINAL A CIRURGIA FOI REALIZAÇÃO COM SUCESSO MAS AINDA SINTO 1 POUCO DE DORMENCIA NA PERNA DIREITA E ALGUMAS DORES NAS DUAS PERNAS. APÓS. 1 MÊS DEPOIS DA CIRURGIA FIZ OUTRA TOMOGRAFIA E CONSTATOU DISCRETA ANTEROLISTESE DE L4 SOBRE L5. ESPONDILOLISE DE L5 DISCRETA ESCLEROSE DEGENERATIVA DO PLATOS VERTEBRAIS APOSTOS DE L4L5 LAMINECTOMIA EM L4 E L5 A DIREITA E ESCLEROSE DEGENERATIVA E GÁS INTRA-ARTICULAR NAS SACROILIACAS. GOSTARIA DE SABER SE DETALHES DE TANTAS DIAGNÓSTICOS SERÁ QUE AINDA TEREI QUE SER SUBMETIDO DE NOVO A OUTRA CIRURGIA DOUTOR? DESDE JÁ AGRADEÇO A ATENÇÃO. OBRIGADO.CELIO DO RIO DE JANEIRO.

  • 24 de outubro de 2013 em 23:36
    Permalink

    Dr. Felipe prazer tê-lo como consultor médico. DEsculpe-me, tô afastada em casa devido essa tortura dor cervical e lombar parece que , claro aos 54 piorou muito,não consigo ficar sentada, ao levantar saio bem encurvada, se me curvo sinto ao ficar ereta, se ando minha perna d repuxa além de sentir muita dor no colo do fêmur ,ao ajoelhar impossível d, qdo agacho não levanto, enfim , dói total ando como bailarina, ponta dos pés e com muita lentidão. Cara, é pior, dá até enjôo .É…acho que preciso me aposentar, mas adoro trabalhar, às vezes deitada acalma…mas cama esquenta…côxa dói…Que fazer? Rx laudo: reducáo espaço discal c5c6 osteofitose em c4,5,6 ; -rarefação óssea ,osteofitose L3,4,5, red.esp.discal L5/s1, arte se interapofisária, osteofitose posterior L3,4,5 condicionando redução dos forâmens em conjugação correspondente pedófilos íntegros ;- joelhos textura óssea normal? Red.esp.art. ,ped.íntegros; bacianormal?

  • 24 de outubro de 2013 em 23:46
    Permalink

    Dr. Felipe prazer tê-lo como consultor médico. DEsculpe-me, tô afastada em casa devido essa tortura dor cervical e lombar parece que , claro aos 54 piorou muito,não consigo ficar sentada, ao levantar saio bem encurvada, se me curvo sinto ao ficar ereta, se ando minha perna d repuxa além de sentir muita dor no colo do fêmur ,ao ajoelhar impossível d, qdo agacho não levanto, enfim , dói total ando como bailarina, ponta dos pés e com muita lentidão. Cara, é pior, dá até enjôo .É…acho que preciso me aposentar, mas adoro trabalhar, às vezes deitada acalma…mas cama esquenta…côxa dói…Que fazer? Rx laudo: reducáo espaço discal c5c6 osteofitose em c4,5,6 ; -rarefação óssea ,osteofitose L3,4,5, red.esp.discal L5/s1, arte se interapofisária, osteofitose posterior L3,4,5 condicionando redução dos forâmens em conjugação correspondentes pedículos íntegros ;- joelhos textura óssea normal? Red.esp.art. ,ped.íntegros; correção pedículo e não pedófilos palavra entra e vc nao percebe ..desculpe! Bacia normal? Grata !!! Consigo me aposentar?

  • 18 de novembro de 2013 em 19:54
    Permalink

    Oi gostaria de saber se ha possibilidade de meu pai aposentar pq no relatorio dele consta: osteófitos marginais aos diversos corpos vertebrais avaliados, bem com alteração de sinal de natureza degenerativa em alguns platôs. Sinais de fratura compreensiva antiga com afundamento do platô superior e reduação de até 15% da altura do corpo vertebral de T12, onde coexiste nódulo de Schmorl. Há mínimo padrão de edema medular associado, podendo inferir sobrecarga mecânica ou algum evento traumático discreto mais recente

    Canal vertebral com amplitudes conservadas.

    Desidratação dos discos T11_ T12, comprindo a face ventral do saco dural.

    Cone medular em topografia habitual, com espessura e intensidade de sinal normais.

    Forames neurais bem ocnfigurados, de calibre habitual

    Facetas articulares interapofisárias inalteradas

    Musculatura paravertebral sem anormalidades de nota.

    O que esse diagnostico quer dizer? meu pai sente muita dor e não consegue trabalhar mais ele ta com uma pericia marcada e gostaria de saber se há alguma possibilidade dele conseguir se “encostar” pelo INSS> Obrigada tenha uma Boa noite.

  • 4 de abril de 2014 em 19:56
    Permalink

    Olá Doutor, estou sentindo dores nas costa do lado esquerdo, dor essa que parece ser nos músculos,pois quando faço movimentos com a cabeça, braço, pescoço é que sinto. É muito incomoda. Fiz um raio x e apareceu esse nome: ESBOÇOS OSTEOFÍTICOS NA COLUNA DORSAL, o que quer dizer isso Doutor? Desde já agradeço se for atendida.

  • 9 de abril de 2014 em 12:11
    Permalink

    Olá Dr Felipe…
    Bom de só gostaria msm de tirar uma dúvida. Na minha adolescência sentia muita dor nas costas (dor tão intensa que as vezes não conseguia nem andar direito), então minha mãe em 2003 me levou a um ortopedista, ele passou uns exames e resumindo ele disse que tinha um desvio na coluna (escoliose), não sei o nome certo dessa região, só sei que é a região entre um ombro e outro, abaixo do pescoço, enfim ele disse que era pra eu emagrecer, que as dores era devido ao sobrepeso, passado algum tempo eu emagreci (até demais, a ponto de ficar abaixo do peso ideal), tive depressão por quase 5anos, não comia, sentia dores e queimaçoes horríveis no estômago. Anos depois me tratei, mas engordei 43 kg em dois anos e descobri que estava com microcisto no ovário, metabólica, pré diabetes, tenho grau II de obesidade e há 1 ano estava normalmente conversando com minha mãe quando do nada meu pescoço travou, não virá a pra nenhum lado, dores intensas que irradiavam para o braço direito, até a ponta dos dedos da mão direita, muita dor de cabeça, nos olhos, minha boca e minha língua se encheram de aftas, fui ao medico e lá ele moveu meu pescoço a força (gritei muito), passou um raio x da coluna cervical, no raio x o laudo foi: inversão da curvatura cervical. Discreta redução da amplitude do espaço intervertebral em C5-C6. O dr passou uns remédios e passado um pouco mais de uma semana, já estava melhor. Só que ultimamente sinto muita dor na coluna, não aguento ficar curvada por mais q seja por pouco tempo (por ex pra limpar um chão), sinto mt dor na regia acima do glúteo, as vezes minha perna direita falha e tmb sinto dor na nuca, há uns dois meses meu pescoço travou de novo, mas não com a msm intensidade da primeira vez, mas novamente minha boca e língua se encheram de aftas…espero q o senhor possa me ajudar…desde já agradeço sua atenção…ah tenho 25 anos

  • 9 de abril de 2014 em 12:14
    Permalink

    Ah de Felipe, esqueci tmb de citar que qualquer movimento que eu faço, minha coluna estala, até mesmo as articulações, pode ser o menor movimento.

  • 21 de julho de 2014 em 16:31
    Permalink

    21 de julho de 2014

    Ah fiz uma TC da coluna limb sacro na qual saiu como
    resultado;Calcificações parietais em aorta abdominal e arterias ilicas,o
    que significa esta OBS

  • 12 de outubro de 2014 em 12:48
    Permalink

    gOSTARIA DE SABER O QUE TENHO , FIZ UM RAIO X DA COLUNA CERVICL , TORACIACA E LOMBAR
    NA CERVICAL SAIU COMO RESULATADO , CALCIFICAÇÃO EM LIGAMENTO ANTERIOR DE c5 c6,OSTEOOOOOOOOFITOS INCIPIENTES EM CORPOS VERTEBRAIS DA COLUNA CERVICAL E TORACICA, E NA LOMBO SACRA, LEVE ESCOLIOSE DESTO CONCAVA POUCO SIGNIFICATIVA BNA COLUNA TORACICA.

  • 19 de outubro de 2014 em 02:23
    Permalink

    Olá! Fiz uma RM e o laudo indicou normalidade e aspectos conservados. E cone medular ao nível D12-L1. gostaria de saber o que significa. grata

  • 3 de dezembro de 2014 em 23:50
    Permalink

    Prezados
    Tive um câncer de laringe em 2010 tratado com rádio e quimioterapia. Em 2013 tive uma recidiva metastática através de 1 l info no do na cadeia cervical.Fiz cirurgia de esvasiamento da cadeia cervical do lado direito e quimioterapia.Agora em set/2014 fiz um Pet Scan e deu negativo e,por outros motivos, repeti o PET-C e “Surgiu hipercaptacao do rádio traçador em correspondência com alterações de aspecto degenerativo na articulação interfacetaria esquerda das vértebras C-4C-5,de provável natureza benigna”
    Pode ser lesão cancerígena?

  • 22 de dezembro de 2014 em 11:51
    Permalink

    Bom dia gostarias que me explicasse…Fiz uma radiografia da coluna dorsal.
    O diagnostico foi.
    Textura óssea normal.
    Discreta redução dos espaços discais Pedículos íntegros.

    Radiografia da coluna lombossacra.

    Textura óssea normal.
    Discreta redução dos espaços discais L1-L2-L3 Pequenos osteófitos marginais.
    Pedículos íntegros.

    Ultrassonografia do aparelho Urinário!
    Rins tópicos,com dimensões normais e contornos regulares.
    Parênquinas de espessuras normal e ecogenicidade preservada,com boa diferenciação corticomedular.
    Rim direito mede 11,7 cm.Espessura do parênquima á direita:2,0 cm.
    Rim esquerdo mede 12,4 cm.Espessura do parênquima á esquerda:2,0 cm.
    Não há evidencias de imagens calculosas.Ausência de dilatação pielocalicional.
    Bexiga com repleção parcial e conteúdo liquido anecoico.
    Meatos ureterais aparentemente livres.
    Conclusão:
    Ultrassonografia do aparelho urinario dentro dos padrões da normalidade.
    Aguardo seu precioso retorno,
    Jairo
    Santana de Parnaíba SP.

  • 24 de dezembro de 2014 em 10:35
    Permalink

    Jairo :
    Bom dia gostarias que me explicasse…Fiz uma radiografia da coluna dorsal.
    O diagnostico foi.
    Textura óssea normal.
    Discreta redução dos espaços discais Pedículos íntegros.
    Radiografia da coluna lombossacra.
    Textura óssea normal.
    Discreta redução dos espaços discais L1-L2-L3 Pequenos osteófitos marginais.
    Pedículos íntegros.
    Ultrassonografia do aparelho Urinário!
    Rins tópicos,com dimensões normais e contornos regulares.
    Parênquinas de espessuras normal e ecogenicidade preservada,com boa diferenciação corticomedular.
    Rim direito mede 11,7 cm.Espessura do parênquima á direita:2,0 cm.
    Rim esquerdo mede 12,4 cm.Espessura do parênquima á esquerda:2,0 cm.
    Não há evidencias de imagens calculosas.Ausência de dilatação pielocalicional.
    Bexiga com repleção parcial e conteúdo liquido anecoico.
    Meatos ureterais aparentemente livres.
    Conclusão:
    Ultrassonografia do aparelho urinario dentro dos padrões da normalidade.
    Aguardo seu precioso retorno,
    Jairo
    Santana de Parnaíba SP.

  • 24 de dezembro de 2014 em 10:36
    Permalink

    Jairo :
    Bom dia gostarias que me explicasse…Fiz uma radiografia da coluna dorsal.
    O diagnostico foi.
    Textura óssea normal.
    Discreta redução dos espaços discais Pedículos íntegros.
    Radiografia da coluna lombossacra.
    Textura óssea normal.
    Discreta redução dos espaços discais L1-L2-L3 Pequenos osteófitos marginais.
    Pedículos íntegros.
    Ultrassonografia do aparelho Urinário!
    Rins tópicos,com dimensões normais e contornos regulares.
    Parênquinas de espessuras normal e ecogenicidade preservada,com boa diferenciação corticomedular.
    Rim direito mede 11,7 cm.Espessura do parênquima á direita:2,0 cm.
    Rim esquerdo mede 12,4 cm.Espessura do parênquima á esquerda:2,0 cm.
    Não há evidencias de imagens calculosas.Ausência de dilatação pielocalicional.
    Bexiga com repleção parcial e conteúdo liquido anecoico.
    Meatos ureterais aparentemente livres.
    Conclusão:
    Ultrassonografia do aparelho urinario dentro dos padrões da normalidade.
    Aguardo seu precioso retorno,
    Jairo
    Santana de Parnaíba SP.

    Jairo de Souza :

    Jairo :
    Bom dia gostarias que me explicasse…Fiz uma radiografia da coluna dorsal.
    O diagnostico foi.
    Textura óssea normal.
    Discreta redução dos espaços discais Pedículos íntegros.
    Radiografia da coluna lombossacra.
    Textura óssea normal.
    Discreta redução dos espaços discais L1-L2-L3 Pequenos osteófitos marginais.
    Pedículos íntegros.
    Ultrassonografia do aparelho Urinário!
    Rins tópicos,com dimensões normais e contornos regulares.
    Parênquinas de espessuras normal e ecogenicidade preservada,com boa diferenciação corticomedular.
    Rim direito mede 11,7 cm.Espessura do parênquima á direita:2,0 cm.
    Rim esquerdo mede 12,4 cm.Espessura do parênquima á esquerda:2,0 cm.
    Não há evidencias de imagens calculosas.Ausência de dilatação pielocalicional.
    Bexiga com repleção parcial e conteúdo liquido anecoico.
    Meatos ureterais aparentemente livres.
    Conclusão:
    Ultrassonografia do aparelho urinario dentro dos padrões da normalidade.
    Aguardo seu precioso retorno,
    Jairo
    Santana de Parnaíba SP.

  • 23 de abril de 2015 em 11:10
    Permalink

    Olá Dr. Felipe,
    Fiz uma radiografia da cervical pq to sentindo tontura ao levantar e deu o seguinte: – textura óssea reduzida, -inversão da lordose cervical fisiolágica, esboço de osteófitos em corpos vertebrais cervicais de C3, C4, C5 , C6 e C7, – redução dos espaços discais cervicais de C3/C4, C5/C6, C6/C7, – sinais de uncoartrose em C5/C6. Além desse fiz uma tomografia que deu normal. Tenho dtm, e fiz tratamento há 3 anos atrás, usei a placa pra dormir, várias sessões de fisioterapia e laser tb, pois sinto muita enxaqueca e após uns 8 messes parei op tratamento pq engravidei mas perdi c 5 meses. Tenho condromalacia, sinto dores nos joelhos, intestino preso, sinto dores no ovário direito, foi diagnosticado um mioma mas no meu parto e segunda gravidez o medico disse q sumiu o mioma. As dores de cabeça são na nuca e as vezes na frente e no olho direito. Tb fui diagnosticada c fibriomialgia. Tomo cymbalta q ajuda na depressão q uns 10 anos atras tive tb. Já fiz microfisioterapia, constelação familiar, quiropaxia, lavagem intestinal e osteopatia. Obrigada

  • 23 de abril de 2015 em 11:12
    Permalink

    Estou c o peso acima tb. Tenho 1.63 m e peso 75 kg. Comececei a fazer musculação c funcional pois preciso emagrecer e resolvi ir pra academia mas fazia pilates.

  • 31 de maio de 2015 em 16:28
    Permalink

    Fiz uma ressonância magnética à coluna lombar e cervical.Na coluna cervical diz o relatório:observa-se atenuação da curvatura cervical com esboço de inversão em C5-C6;Incipientes sinais de desidratação discal entre C2 e C6; Em C6-C7: protusão discal póstero-lateral direita a acompanhar hipertrofia da apófise unciforme, reduzindo o espaço útil para aa porção foraminal da raiz C7 direita com eventual conflioto de espaço.Hipertrofia das apófises unciformes entre C3 e C7, mais proeminente em C6-C7 à direita. Hemangioma/foco de degenerescência adiposa no corpo vertebral D4. Alteração do sinal interessando o pedículo direito de D1, manifestando hipersinal em T1, T2TSE e T2STIR, podendo corresponder ahemangioma. Na coluna lombar o relatório da ressonancia diz:escoliose/atitude escoliótica de convexidade esquerda; discreta redução da vertente posterior da amplitude intersomática em L4-L5 e L5-S1; em L4-L5, o disco ultrapassa o limite posterior das plataformas vertebrais sem relevante repercussão local; espessamento dos ligamentos amarelos e hipertrofia das facetas articulares entre L3 e S1; emergência conjunta das raízes S1 e S2 direitas. Gostaria de saber o que me aconselha e que tipo de especialista devo consultar…. gostariade saber se isto são apenas artroses ou há algo mais…
    não tendo mais nada acrescentar despeço-me cordialmente…
    Cláudia Silva

  • 22 de janeiro de 2016 em 22:34
    Permalink

    Boa noite Dr. Felipe, através de um raio X feito da coluna cervical de minha filha Gabriella 20 anos devido a dores e umas bolas no pescoço, os comentários foram os seguintes: Inversão da coluna cervical , não há sinais de lesões com caráter destrutivo comprometendo as estruturas ósseas, corpos vertebrais com altura normal, estruturas dos arcos posteriores anatômicas, espaços intervertebrais preservados e ausência de costelas cervicais.
    Segundo nosso médico este caso é de nascença, não tem remédio e somente exercícios fisicos com instrutor aliviará a dor, não recomendou nem analgésicos. Por gentileza gostaria de uma opinião de sua parte do que poderíamos fazer.
    Agradeço antecipadamente sua atenção e aguardo ansiosamente sua resposta pois dia 20.02.16 minha filha irá para Austrália fazer intercâmbio e todo o controle deverá ser feito por lá sem minha ajuda somente de Deus.
    Lenize Fernandes

  • 31 de janeiro de 2016 em 02:50
    Permalink

    Boa noite doltor,senti fortes dores na coluna no começo nem liguei,achei que era devido a cirurgia que tinha feito para ter mais filhos devido a ter tomado 3 anestesias.Mas depois foram almentando devido ao meu trabalho de auxiliar de serviços gerais .nao aguentando maid ptocurei o medico,fiz um raio x e constatou que estava com bico de papagaio e artrose,fiquei afastafa 9 dias da empresa ,isso em fevereiro de 2015,depois voltei a trabalhar,mad dores nao paravam comecei s travar direto,todos os dias hospital,injeçoes e mais remedios,acabei ficando afastada di novo.Em agosto de 2015 fiz uma ressonancia magnetica-resultado:tecnica,exame realizado com tecnica spin-Eco e Fast Spin Eco,com imagens multiplanares ponderadas em T1e T2.relatorio:corpos vertebrais de sinal normal.EmL4-L5ha hipoidrataçao e abaulamento discal difuso que desloca a face ventral do daco dural tocando ad raizes descendentes intracanais de L5,bem como reduz a amplitude foraminalbilateral,tocando a raiz emergente esquerda de L4.Em L5-S1 ha tenua abaulamento discal difuso que reduz a amplitude foraminal bilateral,sem evidente compressao radicular.Demais discos intervertebraisde altura e sinais habituais,sem sinal de hetniaçao ou protusoes significativas.Demais forames conjuçoes de aspecto habitual.Hipertrofia facetaria interopovisaria bilateral em L4-L5eL5-S1.Cone medular de aspecto habitual.Estruturas paravertebrais sem particuaridades. Entao doutor este foi o resultado,,fui do convenio da empresa e levei os resultados ele me afastou dez dias novamente,depois voltei a trabalhar .no mesmo dia me ma ndaram pra tras,eu nao aguentei a trabalhar,fiquei mais dois meses e me afastei,fiz a periticia agora dia 19,o perito ,me deu,deferimento do prdido e mandou aguardar a carta em casa pars o beneficio,mad nao melhoro. Dr jeito nenhumm,agora to com uma tosse que ninguem sabe da onde vem nao tem remedios que me ajude mais,estou fazendo fisioterapia mas as dores nao passam,fiz agora um exame…..chamado ENM.ainda vou pegar resultado.O perito me deu ate 29 de fevereiro .Gostaria de saber se consigo aponsentar porque nao sei se condigo trabalhar mais naquele escritorio enorme.Com 200 funcionarios e so eu pra tudo..Depois vou marcar uma nova pericia por cauda do outro exame…Me da uma explicsçao por favor sonbre o meu problema porqur nao melhoro…nao sei mais o que fazer com tanta dor….Desde ja agradeço Doutor.Muito Obrigado…Deus o abençoe sempre….

  • 9 de março de 2016 em 00:05
    Permalink

    Dr.Felipe.
    Tenho 66 anos.E fortes tendencias hereditárias. Tudo começou com problemas nos dedos na mão esquerda que não permitem fechar a mão, passando posteriormente para um atrofiamento do braço, isso já fazem 4 anos. Não sinto dores, mas uma falta de força no braço, e agora dores nas pernas e falta de força para subir degraus e andar. Fiz uma ressonância magnética em Fevereiro de 2016 cuja conclusão foi:
    *Espondilodiscoartrose cervical. *Espessamento do ligamento longitudinal posterior, associado a complexos discos osteofitários em C2/C3, C3/C4 e C4/C5 reduzindo a amplitude do canal vertebrais no sentido ânteroposterior. *Medula espinhal com redução do calibre no sentido ântero posterior nos níveis de C2 a C5.
    Gostaria de saber mais informações, fiz uma consulta a um ortopedista que me aconselhou consultar um especialista em coluna, mas afirmou que o meu caso e muito grave,que deveria tomar cuidado com movimentos bruscos, deitar com cautela para evitar rompimento. Mas aconselhou continuar fazendo exercícios moderados. Passou o medicamento ETNA um comprimido se 8 em 8 horas. O que devo fazer qual o seu conselho.É pertinente sugeri ao medico tomar um reforço como Glicosamina e condroitina? Atenciosamente
    Wilton Pinheiro

  • 3 de abril de 2016 em 01:54
    Permalink

    Gostaria de saber o que quer dizer o laudo:
    C3-C4: Redução da altura e abaulamento discal ventral com moderada protrusão discal foraminal direita que comprime o recesso lateral reduz a amplitude do forame e comprime a raiz emergente de C4 desse lado. Complexos disco-osteofitarios bilaterais. Há compressão do saco dural.
    C4-C5: Protrusão discal ventral e foraminal bilatal com compressão e deformidades do saco dural, obliteração dos recessos laterais, redução da amplitude dos forames de conjugação e provável toque articular bilateral. Complexos disco-osteofitários bilaterais.
    C5-C6:Redução da altura discal com protrusão discal difusa estendendo-se para as bases foraminais com compressão e deformidade do saco dural, obliteração dos recessos laterais, redução da amplitude dos forames de conjugação e provável toque radicular bilateral. Complexos disco-osteofitarios bilaterais.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: